Pesquisar

Carregando...

Suits - 1ª Temporada

4 de julho de 2013 0 Comente Aqui!



De volta após um bom tempo sem postar, graças ao meu último semestre de faculdade, trago a crítica dessa interessantíssima série. Já é mais do que evidente o sucesso de filmes e seriados que retratam, de forma genérica, questões jurídicas. O problema é que a grande maioria das produções sempre traz aquela combinação de investigação policial com o direito criminal e que, pela quantidade de séries e de produções cinematográficas voltadas exclusivamente para esse tema, já se tornaram saturadas e pouco criativas, tendo em vista a infinidade de assuntos que poderiam ser abordados e que ainda não tinham sido explorados. Ao contrário dessas séries, Suits vem com uma ideia inovadora e muito mais ampla da seara jurídica, se opondo a já exaustiva abordagem da concepção penal, aliada com uma ótima história.

Antes de mais nada, quero deixar bem claro que Suits é bem diferente de White Collar. Acho importante frisar isto, já que antes de eu começar a assistir a série, eu dei uma lida em alguns textos para saber da procedência da produção e encontrei alguns escritos em sites com base apenas no episódio piloto do seriado. Tenha paciência! Sinceramente, não consigo entender como é que alguém consegue dissertar sobre alguma coisa só sabendo 1/12 da sua inteireza e, em quase todos os textos que li, os autores fazem uma comparação a outra série, colocando Suits como uma espécie de "réplica bem produzida". Seguindo a rixa dos textos fundados apenas com a sua introduçã, Suits e White Collar, em questão de nomenclatura, ou seja, em questão de título, de apresentação!!, estariam em dimensões bem distintas, tendo em vista que o primeiro significa “ternos” e o segundo nos remete a pensar em “bandidagem”. Deixemos isso de lado...

Nessa primeira temporada conhecemos Mike Ross (Patrick J. Adams), um jovem que, devido a dificuldades financeiras, largou a graduação para ganhar dinheiro vendendo aprovações do BAR exam (é o mesmo que a OAB aqui no Brasil) graças a sua invejável memória fotográfica. No entanto, a situação de Mike se complica e ele acaba aceitando fazer um trabalho sujo para o seu amigo Trevor (Tom Lipinski). Ocorre que, durante a execução do trabalho, tudo dá errado e Mike tenta fugir dos policiais até chegar a uma sala onde está ocorrendo uma entrevista para estudantes de Direito de Harvard para trabalhar com Harvey Specter (Gabriel Macht), advogado e sócio sênior do escritório Pearson & Hardman, um dos maiores escritórios de Nova York. Mesmo não tendo diploma de graduação em Direito em Harvard, Harvey se impressiona com a capacidade de Mike e o contrata com a condição de que esse seria o segredo entre eles.

Só com esse intróito, percebe-se que a trama foge bastante das produções já elaboradas. E isso é um ponto mais do que positivo. Suits vai te levar pra dentro de um escritório de advocacia e vai retratar aquela pompa manifestamente declarada do meio jurídico, bem como todo um jogo político dentro do próprio ambiente de trabalho para se conseguir promoções e ser conhecido pelos corredores, somado com o fato de que todos os advogados que lá trabalham serem, exclusivamente, de Harvard (a exceção de Mike), ou seja, jovens recém-formados da mais alta classe de competitividade e ambição.

Muitas pessoas devem achar, a princípio, a ideia da série uma chatice. Qual a graça de saber como é a vida de entediantes e esnobes advogados? Todas as graças possíveis! Acredite! Se você se surpreende com investigações, corrupção na polícia, etc., em Suits vocês vão ver a mesma coisa só que em todos os âmbitos, quais sejam: questões no setor imobiliário, questões de direito societário (empresas em processo de falência), indenizações por dano moral e material (âmbito cível), questões criminais (corrupção de promotores, de magistrados), e todas muito bem elaboradas. Além de tudo isso, você ainda tem doses de humor, encabeçado por Louis Litt (Rick Hoffman), também sócio do escritório Pearson & Hardman, e também de romance, de relação familiar. Mais do que recomendo essa série, uma das melhores que tenho acompanhado.



0 Comente Aqui! :

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...