Pesquisar

Carregando...

Veja ou Reveja: Filhos da Esperança

18 de maio de 2013 0 Comente Aqui!
Filhos da Esperança é um filme britânico-americano de 2006, adaptado do romance "The Children of Men", de P. D. James, dirigido por Alfonso Cuarón. O filme foi lançado no dia 22 de setembro de 2006 no Reino Unido e em 25 de dezembro nos Estados Unidos, com os críticos notando as relações entre a data de estreia no Natal e os temas de esperança, redenção e fé.

2027. Não se sabe o motivo, mas as mulheres não conseguem mais engravidar. O mais novo ser humano morreu aos 18 anos e a humanidade discute seriamente a possibilidade de extinção. Theodore Faron (Clive Owen) é um ex-ativista desiludido que se tornou um burocrata e que vive em uma Londres arrasada pela violência e pelas seitas nacionalistas em guerra. Procurado por sua ex-esposa Julian (Julianne Moore), Theodore é apresentado a uma jovem que misteriosamente está grávida. Eles passam a protegê-la a qualquer custo, por acreditar que a criança por vir seja a salvação da humanidade.

Filhos da Esperança foi bem recebido pela crítica especializada e foi reconhecido por suas realizações em fotografia, direção de arte, roteiro e suas inovativas sequências de ação em planos sequências. O filme foi indicado nas categorias de Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Edição e Melhor fotografia do Oscar de 2007. Ainda levou dois BAFTA e recebeu o Saturn Award de Melhor Filme de Ficção Científica.

Clive Owen interpreta o funcionário público Theo Faron, que deve ajudar uma refugiada africana grávida a escapar do caos. O filme também é estrelado por Julianne Moore, Michael Caine, Claire-Hope Ashitey, Pam Ferris e Chiwetel Ejiofor.

Merecem destaque, além das atuações, os cenários que compõem a Inglaterra futurista idealizada por Cuarón. Ao mesmo tempo em que é distópica, é completamente realista. A trilha sonora também desempenha um papel importante ajudando a criar o clima necessário em cada cena.

A premissa de Filhos da Esperança é forte, mas a forma como Cuarón desenvolve essa premissa é capaz de emocionar de uma forma bastante sincera. O filme assusta e comove. Alfosno Cuarón é um gênio com a câmera na mão. Então, se não viu, veja o quanto antes. Se já viu, reveja, vale muito a pena.

0 Comente Aqui! :

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...