Pesquisar

Carregando...

Resenha de Filme: Giovanni Improtta

17 de maio de 2013 3 Comente Aqui!
Crítica: Giovanni Improtta


Entre em cartaz nessa semana a "comédia" nacional - se é que eu posso chamar esse filme de comédia -Giovanni Improtta. Giovanni Improtta, o personagem principal, e que também dá nome ao título do filme fez muito sucesso há quase 10 anos atrás, em 2004, na novela Senhora do Destino. O projeto pode iniciar um novo gênero na produção cinematográfica nacional, as adaptações de personagens coadjuvantes engraçados oriundos das novelas da Globo e já esta em fase inicial um filme baseado no personagem "Crô" da novela Fina Estampa (2011).

O longa é dirigido por José Wilker (O Bem Amado) que além de comandar o projeto foi responsável por interpretar o personagem principal. O elenco é recheado de "globais" como: Andrea Beltrão (Os Penetras), Felipe Camargo (Xingu), Milton Gonçalves (Billi Pig), André Mattos (Tropa de Elite 2 - O Inimigo Agora é Outro), Jô Soares (As Aventuras de Agamenon, O Repórter). 

Giovanni Improtta (José Wilker) é um contraventor que sonha com a ascensão social. Ao saber que a lei dos cassinos está sendo negociada nos bastidores, ele resolve entrar para o ramo. Para limpar sua imagem recorre ao vereador evangélico Franklin (Thelmo Fernandes - Cilada.com), seu velho amigo, que lhe consegue o título de cidadão honorário do Rio de Janeiro. Apesar de ser casado com Marilene (Andréa Beltrão), Giovanni mantém um caso tórrido com Patrícia, filha de um figurão. Como o pai dela não gosta do romance, Giovanni decide agradá-lo comprando um rim, já que sofre de problemas renais. Porém, o que ele não esperava era ser acusado de tráfico de órgãos e para piorar, que o promotor do caso fosse assassinado. Giovanni logo se torna o suspeito número um do crime e agora precisa encontrar um meio de provar sua inocência.

Desde que soube da existência dessa produção eu temia pelo dia que iria ao cinema conferir e analisar o resultado final deste longa. Mas confesso que nem nos meus piores pesadelos o resultado seria tão ruim, tinha muito tempo que eu não conferia um filme tão sem sentido e sem graça como Giovanni Improtta. O roteiro é um emaranhado de coisas que não faz com que o espectador se sinta interessado pela história ou pelos personagens. A montagem é péssima, as cenas não conseguem se conectar e minimante dar vida ao roteiro. As atuações variam entre exageradas ou vazias e a trilha sonora é sofrível com direito a um momento em que toca a pérola Quatro Semanas de Amor de Luan e Vanessa (sério!!!).

Durante e depois do filme eu conjecturei sobre como um produtor se predispõe a investir o seu dinheiro em um projeto tão ruim quanto esse. Fica claro que se algum dia Giovanni Improtta foi um personagem engraçado, hoje ele já não é, e que montar um filme sobre um coadjuvante que fez sucesso em uma novela há 10 anos atrás nunca vai ser uma boa ideia. Meu conselho é: desista da ideia de conferir esse filme algum dia em sua vida caro leitor(a). Mesmo que você tivesse muita boa vontade ou curiosidade, conferir essa obra não vai lhe acrescentar em nada. Então passe longe dessa coisa tosca e aproveite o seu tempo de outra maneira. 



FICHA TÉCNICA:
Nome Original: Giovanni Improtta
Elenco: José Wilker, Andrea Beltrão, Thelmo Fernandes, André Mattos, Gillray Coutinho, Julia Gorman, Yago Machado , Norival Rizzo, Roney Villela, Paulo Mathias Jr, Thogun Teixeira, Cristina Pereira.
Direção: José Wilker
Gênero: Comédia
Duração: 99 min.
Distribuidora: Sony Pictures
Estreia: 17 de Maio de 2013

3 Comente Aqui! :

  • Marcio Melo disse...

    Só o trailer já foi o suficiente para eu saber que nem de graça veria algo assim.

    E é engraçado como alguém que se posa de crítico de cinema consiga fazer algo tão sofrível.

    Ainda bem que existem pessoas como você, que enfrentam desafios mais temíveis do que roubar o tesouro de Smaug apenas por nos alertar (por mais que o trailer já tivesse avisado) para não assistirmos a uma bomba com esta.

    Grato!

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...