Pesquisar

Carregando...

Resenha de Filme: Faroeste Caboclo

29 de maio de 2013 0 Comente Aqui!

Entra em cartaz nessa semana, na véspera do feriado, o longa Faroeste Caboclo, a adaptação cinematográfica da famosa música da banda Legião Urbana. A música que é cantada em pouco mais de 9 minutos por si só é um roteiro de uma história que retrata muito a realidade brasileira, abordando; corrupção, luta de classe, violência, êxodo urbano e uma história de redenção. Os fãs da banda, como eu, aguardavam ansiosamente por esta adaptação, que demorou um pouco para sair do papel justamente pelo cuidado com que a produtora Bianca de Felippes e diretor René Sampaio trataram a obra.

O diretor René Sampaio atua há bastante tempo no mercado publicitário brasileiro tendo inclusive esse seu trabalho reconhecido quando ganhou o Leão de Prata de 2005 em Cannes (um dos mais importantes prêmios publicitários do mundo). Já a sua primeira incursão no mundo do cinema foi com o curta Sinistro em 2000 pelo qual recebeu alguns prêmios também. Faroeste Caboclo é o primeiro longa dirigido por René, aqui ele faz um belo trabalho conseguindo dar identidade ao seu próprio filme sem deixar de fazer referência a letra da música. Além disso René soube reunir ao redor do longa profissionais de qualidade que tornaram a película ainda mais agradável para o espectador com destaque para a fotografia de Gustavo Hadba (Meu Pé de Laranja Lima).

O longa conta a saga de João de Santo Cristo (Fabrício Boliveira - Tropa de Elite 2) desde sua infância no interior da Bahia até sua ascensão, quando vai tentar a sorte em Brasília. Ajudado por Pablo (Cesar Troncoso), um primo distante peruano, que vende drogas da Bolívia, ele vai trabalhar numa carpintaria, mas depois também se envolve com o tráfico de drogas. Um dia, por acaso, ele conhece a bela Maria Lúcia (Ísis Valverde), filha de um senador (Marcos Paulo - Assalto ao Banco Central). Os dois se apaixonam enquanto João mergulha cada vez mais numa escalada de crime e violência que vão lhe levar a confrontar o playboy e traficante Jeremias (Felipe Abib - Vai que dá Certo), rival nos negócios e que também é apaixonado por Maria Lúcia.

Vale ressaltar para os fãs mais xiitas que trata-se de uma adaptação e por isso Faroeste Caboclo preserva a sua própria identidade ao não copiar os acontecimentos presentes na música, mas isso não faz o longa ser menos interessante. Ainda que como fã em alguns momentos desejei que o filme reproduzisse os acontecimentos presentes na letra da música, foi bom também adentrar nessa leitura peculiar dessa história que toca tanta gente. Talvez nas mãos de outro diretor o projeto poderia cair no no clichês de se preocupar apenas em focar na ação e violência que envolvem esses personagens, felizmente isso não aconteceu. Ao longo da projeção Faroeste Caboclo se preocupa em delinear bem o João de Santo Cristo, usando um foco mais próximo em alguns momentos e se apropriando muito bem também dos flashbacks para esclarecer sua origem e motivações.

O elenco esta muito bem dentro dos seus personagens, especialmente a dupla de antagonistas vivida por Fabrício Boliveira e Felipe Abib. O baiano Boliveira consegue transparecer todos os sentimentos do complexo João do Santo Cristo, desde o amor que ele sente por Maria Lúcia ao ódio que nutre por Jeremias. Enquanto isso Abib faz um Jeremias playboy construindo-o nos devaneios de grandeza de seu personagem e na paixão ciumenta que nutre por Maria Lúcia. Ísis Valverde também não deixa a desejar entregando uma Maria Lúcia delicada em alguns instantes, muito sensual quando precisa e bastante sofrida quando o seu romance trágico pede.

O diretor René Sampaio fez esta película com muito cuidado, dando o devido tempo para conseguir finaliza-la da melhor maneira possível. O espectador que for ao cinema conferir a obra perceberá isto na boa montagem que o filme tem, na harmonia da trilha sonora e principalmente na qualidade da fotografia. As atuações dos progonistas são muito boas e percebe-se o quanto a escolha certeira do elenco é um outro fator que engrandece muito esta boa obra. Por isso, acredito que Faroeste Caboclo vai agradar tanto os fãs da Legião Urbana quanto os apreciadores do cinema nacional.




FICHA TÉCNICA
Título Original: Faroeste Caboclo
Direção: René Sampaio
Gênero: Drama
Duração: 100 min.
Distribuidora: Europa Filmes
Estreia: 30 de Maio de 2013
Elenco: Ísis Valverde, Alex Sander, Fabrício Boliveira, Felipe Abib, Antonio Calloni, Rodrigo Dorta, Marcos Paulo, Andrade Junior, César Troncoso, Caco Monteiro, Cinara Leal, Flávio Bauraqui, Juliana Lohmann, Leonardo Rosa, Romulo Augusto, Tulio Starling.

0 Comente Aqui! :

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...