Top Five - Filmes de Terror dos Anos 2000: Europeus

23 de agosto de 2012 2 Comente Aqui!

No ano passado fiz um Top 5 sobre os Melhores Filmes de Terror dos Anos 2000, e desde então estou prometendo uma "continuação" dedicada exclusivamente às produções europeias do gênero. Antes de prosseguir pra lista, me sinto obrigado a recomendar mais alguns títulos: A Espinha do Diabo (2001) de Guilherme Del Toro, conhecido por dirigir a série Hellboy e O Labirinto do Fauno (2006); a comédia-zumbi Todo Mundo Quase Morto (2004), que fez a fama de Simon Pegg; e o claustrofóbico Abismo do Medo (2005).

Extermínio (Grã-Bretanha/2002)

Extermínio é o primeiro (e até agora único) filme de terror de Danny Boyle, o diretor de Trainspotting - Sem Limites (1996) e o premiado Quem Quer Ser Um Milionário? (2008). Extermínio segue aquela trama tradicional do homem solitário num mundo pós-apocalíptico que sobrevive através de alianças instáveis, ora perseguido por zumbis / canibais mutantes / etc., ora atacado por homens com intenções bem menos humanitárias. Eu não diria que  Extermínio não é um filme assustador, per se. O olho de Doyle está na decadência nas relações relações quando a fachada da civilização cai, e os monstros - não os mortos, os vivos - que se revelam à partir daí.

Alta Tensão (França/2003)

Haute Tension, a brilhante estréia de Alexandre Aja, reinventou o subgênero slasher quando todo mundo achava que ele estava morto e enterrado. (A série Pânico deveria ter sido o último dos moicanos). Haute Tension é um exemplo do que o crítico James Quaid cunhou de "New French Extremism", representado pelos filmes Eles (David Moreau e Xavier Palud, 2006), A Invasora (Alexandre Bustillo & Julien Maury, 2007), A Fronteira (Xavier Gens, 2007) e Martyrs (Pascal Laugier, 2008).

[REC] (Espanha/2007)

Tem tempo que eu não me assusto com filmes de terror. E eu sou do tipo que faz questão de assisti-los na "pior" hora possível: de noite, sozinho, com as luzes todas apagadas. [REC] conseguiu me fazer apelar e ligar a luz nos 15 minutos finais, fora o pesadelo infernal que tive quando fui dormir. Filho da estética "reality horror" inaugurada por A Bruxa de Blair (1999), o espanhol [REC] segue a equipe de "Enquanto Você Dorme", a repórter Ángela Vidal (Manuela Velasco) e o seu fiel operador de câmera Pablo (Pablo Rosso), no registro de uma noite de rotina do Quartel dos Bombeiros de Barcelona. O que parece ser mais uma madrugada de tédio torna-se um pesadelo vivo quando o corpo de bombeiros responde uma emergência. Esse não é para os fracos, definitivamente.

O Orfanato (Espanha/2007)

Mais uma grande produção do gênero via a Espanha, a história de O Orfanato gira em torno de Laura (Belén Rueda), que pretende revitalizar o orfanato em que cresceu, agora à mercê do abandono. Mas ela começa a ter problemas com o filho adotivo, Simón (Roger Pirncép), problemas que darão pistas sobre o passado macabro desse orfanato dilapidado. O Orfanato ganhou sete Goyas (o "Oscar" espanhol) e a New Line Cinema (a "mãe" de Freddy Krueger) planeja fazer um remake do filme.

Deixe Ela Entrar (Suécia/2008)

Oskar (Kåre Hedebrant) é um menino solitário. Mora com sua mãe num subúrbio de Estocolmo, e passa o seu tempo ensaiando a sua vingança contra os seus bullys da escola numa árvore na frente de seu prédio, picotando-a com o seu canivete. Seu mundinho muda completamente quando conhece uma vizinha nova e misteriosa, Eli (Lina Leandersson). Apesar de toda a sanguinolência envolvida, Deixe Ela Entrar é - incrivelmente - uma história de amor terna e muito bonita, o que o faz ir muito além do típico filme de terror, garantindo inclusive a sua indicação de Melhor Filme Estrangeiro pela Suécia.

2 Comente Aqui! :

  • J. BRUNO disse...

    Acho que o terror é o gênero com o qual menos tenho afinidade, já deve ter dito isso em outras oportunidades. Talvez por puro preconceito eu tenha perdido a oportunidade de conferir grandes obras, o que é uma grande falha minha...

    http://sublimeirrealidade.blogspot.com/2012/08/monty-python-em-busca-do-calice-sagrado.html

  • Karla Hack dos Santos disse...

    Deixe ela entra tinha mesmo que ser o primeiro colocado; Amei o filme! Realmente soube combinar os elementos... Adorei tmb ver O Orfanato na lista. Gostei muito da forma como foi conduzido... Confesso que não me encantei muito com REC... Alta Tensão e Extermínio são ótimas pedidas!

    Adorei a lista!

    ;D

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...