Crítica de Filme: E aí...Comeu?

16 de julho de 2012 4 Comente Aqui!

Admirei por muito tempo o trabalho de Bruno Mazzeo e gostava bastante de Cilada, que era transmitido na Multishow.  O sucesso da série era nítido para todos e o destaque que o filho de Chico Anísio ganhou o levou à Rede Globo. Com também um ganho de prestígio na maior emissora do país, ele resolveu se arriscar no cinema e é responsável pelo roteiro e atuação em três longas, que não me agradaram. Muita Calma Nessa Hora arrancou risos, mas lembrou um episódio mal resolvido de Zorra Total. Cilada.Com não seguiu o ritmo da série que o emplacou e ficou no mais ou menos. Sua mais nova produção se chama E aí...Comeu? e sim...O título foi a melhor jogada de marketing para um filme, que de atrevido não tem nada.

A trama gira em torno de três amigos, que sempre se encontram no mesmo bar para falar do tema que os homens mais gostam de conversar a respeito: Mulheres. Cada um possui uma personalidade diferente e se encontra em um momento diferente na vida. Um está em processo de separação o outro é um "escritor", que não consegue terminar o livro de sua vida e vive fazendo farras e gandaias com o dinheiro da família. O outro é o marido que desconfia estar sendo traído pela mulher, que sai todas as noites e lhe deixa cuidando das três filhas do casal.

Assistindo a esta produção cheguei a conclusão de que Mazzeo precisa assumir, e logo, uma série destas de comédias da Globo. O filme não empolga, porém aposto que funcionaria perfeitamente como um programa televisivo. Se os acontecimentos fossem tratados em tiro curto e não exigissem uma trama com começo, meio e fim lógicos, eles seriam muito divertidos. A questão é que a produção para ser prazerosa precisa ser vista em quadros separados, pois há uma enorme dispersão entre os fatos e falta de continuidade em outros.

Não vou dizer que não serão dadas algumas risadas, mas o olhar de uma pessoa que busca uma obra completa não consegue se sentir satisfeito. Gostei de alguns momentos, mas muita coisa não me agradou. A ideia do roteiro é simplesmente fantástica, mas os diálogos são por si mesmo caretas e a produção não ganha aquela autenticidade que precisa para surpreender. Não posso nem culpar o quesito de interpretação, pois o elenco é bastante esforçado, com exceção de Laura Neiva, que não convence em uma palavra que fala ao tentar provocar uma adulto a ter um relacionamento com uma menina de 17 anos.

Meu pai me ligou quando saiu do filme me dizendo que deu risada, mas que achava que seria melhor se fosse um seriado. Parabéns para ele, pois esta é a mais pura verdade. Outra pessoa que merece parabéns foi quem intitulou a obra, pois esta foi sim uma grande jogada de Marketing para atrair o público ao cinema. Um passo pra trás para a evolução do cinema nacional.


Trailer do Filme:


4 Comente Aqui! :

  • Celo Silva disse...

    Cara, não consigo gostar do Mazzeo de jeito nenhum. Acho tudo q ele faz de médio para ruim. Enfim, deve ser um problema meu mesmo, pois vejo muita gente elogiando...hehehe

  • Will disse...

    eu também não consigo gostar do Mazzeo por nada mesmo... péssimo filme, perdi tempo assistindo essa M@#*%...

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...