CRÍTICA DE LIVRO: ÉRAMOS SEIS (ÉRAMOS SEIS)

15 de março de 2012 11 Comente Aqui!
Erámos ou seremos seis?
maria josé dupré

Quando estamos na infância vivemos as descobertas, os novos caminhos, as novas artes e os novos prazeres. Estava na quarta série do ensino fundamental, estudava no Colégio Leonardo Villas Boas, zona Sul de São Paulo, quando fui apresentado ao livro Éramos Seis, de Maria José Dupré.

Perdi a virgindade literária com a querida e nostálgica série Vaga-lume com o livro “Éramos Seis”. Uma obra rica, emocionante, sincera e tocante.

Contagiei-me com a história de Dona Lola e sua complicada e querida família. Amor, paixão, conflitos, brigas e respeito. Tudo o que existe num laço familiar encontra-se presente nesse texto imperdível e tentador.

O livro comove pelo texto puro; pela força dos personagens, com seus defeitos e qualidades; pela forma narrativa que brinca com o espaço e com o tempo.

Cada conquista de Dona Lola é uma conquista do leitor, cada perda é uma lágrima que escorre.

Levado à televisão brasileira, pelo SBT em formato de novela, fez grande sucesso na telinha, além de virar filme pelo cinema argentino.

Se você pertence a uma família que briga e se ama com a mesma força não perca essa pequena fábula histórica. Não importa se você irá se deslumbrar com a força materna de Dona Lola, a truculência paterna de Júlio, o afeto do filho Carlos, a molecagem de Julinho, a prepotência e rebeldia de Alfredo ou a rebeldia de Isabel. O relevante é você sentir na pele o calor real de uma verdadeira família.

Texto dedicado a minha amiga Bibliotecária e um ser humano acima da média: Ana Maria Martins Matos Stave.

 
 

11 Comente Aqui! :

  • Anônimo disse...

    Também perdi minha virgindade literária com a série Vaga-lume. Li quase todos os volumes. E chorei quando li Éramos seis. Muito triste. Depois vi a novela do SBT. Também muito boa.

  • Anônimo disse...

    RENATO,PODE FALAR COM PROPRIEDADE PQ SABE E TEM CONHECIMENTO NESTA ÁREA..SEUS COMENTÁRIOS ME DESPERTOU UM OLHAR MAIS CRÍTICO NESTE QUESITO(CINEMA),LONGE DE MIM TER TAL NARRATIVA..MAS HJ TENHO UM CUIDADO E UM OLHAR AGUÇADO..GRANDE AMIGO...É PROVADO QUE O CONHECIMENTO PEDE CONHECIMENTO E VC SE ESMERA E PODE NOS ENSINAR .É UMA HONRA FAZER PARTE DO SEU CONVÍVIO.. O COMENTÁRIO DESTE LIVRO É SENSÍVEL E REAL. ANA STAVE

  • Cristina disse...

    Oi renato tudo bem, sou irmã da bibliotecária.Eu lia muitas livros da Maria José Dupré no primário (bons tempos da escola pública)e vou reler com certeza a aninha vai me arrumar bela crítica beijos

  • Amanda Aouad disse...

    Ótima escolha, Renato. Adoro Éramos Seis, li na época da escola e também me apaixonei por Dona Lola e sua história. Tanto que quando a novela passou no SBT assistia sempre, e adorava comparar com o livro, já que tiveram algumas mudanças, principalmente na morte de Carlos. Agora, essa não foi a primeira versão para TV, a Tupi também fez, e acho que a Excelsior tb.

    bjs

  • Sandra disse...

    Muito boa a sua critica, o livro é ótimo e tem uma história envolvente. A série vaga-lume fez parte da minha história, adoro Sozinha no Mundo. Parabéns!!!

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...