Crítica de Seriado: Os Primeiros Episódios de Alcatraz

22 de fevereiro de 2012 5 Comente Aqui!

Como espectador ávido por novidades, daqueles que saliva por lançamentos, folheando uma revista até certo ponto conceituada que trata sobre cinema e TV, logo me deparei com uma breve (porém pouco critica) resenha sobre Alcatraz, a então nova serie do canal FOX. Produzida por J. J. Abrams, o mesmo que criou o estrondoso sucesso chamado Lost, logo ficou insustentável a vontade de conferir a nova empreitada desse sujeito que em pouco tempo se transformou em uma espécie de novo Midas do entretenimento, sendo até apadrinhado pelo cineasta Steven Spielberg.

A primeira temporada de Alcatraz ainda não chegou ao seu season finale, mas depois de sofridos 7 episódios é evidente porque a serie vem sendo meio que desprezada pelo público americano. Mesmo público que com bom humor apelidou a realização de: “Quando Lost encontra Prison Break que encontra Person of Interest.” A última serie citada na sentença anterior ainda não tive a oportunidade de conferir (apesar de ser bastante elogiada), mas nem precisa ter um olhar mais atento para perceber que Alcatraz tem mesmo muito de Lost e Prison Break, tanto que isso chega a incomodar um bocado.

De Lost temos a premissa das viagens no tempo, da qual parte a principal da obra: no dia da evacuação de Alcatraz, 63 presos e um outro tanto de funcionários do presídio inexplicavelmente somem sem deixar rastros. Décadas depois eles começam a reaparecer do nada, sem ao menos terem envelhecidos (teriam ido parar na ilha de Lost?). Então, nesses primeiros momentos os criadores apostam em tramas que tratam dos reaparecimentos dos presidiários, quase que um por capitulo. Criando assim quase que histórias fechadas para cada episodio e tentando sutilmente linkar de certa maneira um com outro. Será que é preciso dizer que existe um preguiçoso e irritante clima de mistério que se arrasta como se quisesse iludir ou até mesmo enganar o espectador?

Claro que Alcatraz pode ser defendida como uma aventura calcada em uma trama de ficção, elucidando ainda outras series que fizeram um bocado de sucesso, como Arquivo X ou Fringe. Não seria estranho se nos episódios seguintes uma trama alienígena fosse instaurada. Porém, como Alcatraz vem se delineando, fica parecendo apenas um arremedo de outras series, não criva uma identidade própria. Os protagonistas defendidos por Sarah Jones (a bela detetive Rebecca Madsen), Jorge Garcia (o escritor nerd Diego Soto) e Sam Neill (o enigmático agente Emerson Hauser) até se esforçam para trazer emoção e carisma aos personagens e assim fazer a serie engatar. Até porque é sabido que programas de TV dependem muito da identificação do público para serem sucessos, só que infelizmente aqui parece não estar sendo suficiente.

A primeira temporada de Alcatraz esta programada para 12 episódios, já estamos no sétimo. Teimoso que sou, vou firme até o último, mas somente uma reviravolta muito grande para fazer dessa realização algo notável. Os canais americanos não são de apostar muito em time que está perdendo ou mesmo dar segundas chances. Exemplos não faltam, vide outras boas series que foram sucessos de criticas e por não catalisarem boa audiência logo foram canceladas (Jericho é uma delas). Mesmo com a credibilidade de J. J. Abrams, fica difícil acreditar que Alcatraz venha para uma segunda temporada. Por enquanto, o resultado vem sendo bem insuficiente.


5 Comente Aqui! :

  • Hugo disse...

    Concordo com quase toda a sua crítica, apenas apesar de bonita, a atriz Sarah Jones não convence como policial.

    Considero a premissa muito boa, porém o medo é cair no mesmo erro de "Lost" e "Arquivo X", que eram ótimas, mas que o exagero de mistérios em algumas temporadas chegava a irritar.

    Foi legal você cita "Jericho" como exemplo, já escrevi sobre esta série no blog. Era uma ideia fantástica e uma realização bem legal, porém ao que parece ela ficou fora do ar algum tempo nos EUA, bem meio no da temporada e quando voltou perdeu grande parte da audiência e foi cancelada.

    Abraço

  • Jean disse...

    Tenho acompanhado a série com muita curiosidade. De fato damos um grande crédito, graças ao seu diretor. Até agora, estou satisfeito com o que tem sido mostrado. Só não sei até quando isso vai se prolongar. Se a intenção for revelar o desaparecimento destes prisioneiros bem tarde - ou mesmo nunca revelar - não sei o que será da série. Acredito que implementar novas ideias e mistérios será necessário, porque, na boa? Ver várias temporadas, com cada episódio contando sobre um prisioneiro, outra hora sobre um guarda, não será o suficiente. Enfim... espero realmente que a série fique em pé.

  • Tiago Ramos disse...

    Muito boa sua crítica, Celo. Depois dos trailers eu estava bem ancioso pela série, porém me decepcionei com quase tudo em Alcatraz. Assisti apenas até o 3º episódio e parei por ai. Acho que Alcatraz terá o mesmo destino de Flashforward.
    Abraços

  • Bruno disse...

    Tenho acompanhado a serie e acho interesante pessoal acho q voces tinham q assistir pelo menos a q temporada completa so depois criticarem porque muita coisa ainda pode mudar visto a serie ainda esta a ser gravada. Minha opinião pessoal

  • Anônimo disse...

    a série está indo de mal a pior e bom provável que cancelem por falta de audiência, como em lost é muito clichê e encheção de linguiça

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...