Crítica de Seriado: Weeds Segunda Temporada

27 de julho de 2011 1 Comente Aqui!



A Segunda Temporada de Weeds mantem a boa qualidade do ano de estréia com bastante humor negro e irreverência e um elenco muito afinado liderado por Mary Louise Parker que faz o papel de Nancy Botwin, uma viúva que sobrevive graças a venda de maconha para os moradores interessados no produto na cidade de Agrestic.


No final da temporada anterior, Nancy descobre que o sujeito que ela resolveu passar a noite é na verdade um agente do DEA americano, um relacionamento obviamente incompatível com o trabalho dela, e ela passa a ignorar as investidas do tal Peter Scottson, até que ele revela saber que ela vende drogas na cidade, mas é um "peixe pequeno demais para ele".  A solução para os dois continuarem saindo e namorando é inusitada, eles casa em Las Vegas, afinal se por acaso vier de Nancy ser presa, o marido não é obrigado a prestar depoimento contra a esposa e vice-versa segundo as leis americanas.

Nancy e Conrad tentam desenvolver uma própria marca de erva em um outro local da cidade, após a padaria que ela usava de fachada para sua operação "pegou fogo" e ela recebeu o dinheiro do seguro.  Eles planejam cultivar sua própria tipo de erva e sair da dependência de compra das ervas da mãe de Conrad chamada Heylia, o que vem ocorrendo desde a primeira temporada.

Os personagens secundários desta jóia de série são muito bem aproveitados como Celia, que resolve se candidatar ao Conselho Municipal contra o contador Doug; o cunhado parasita de Nancy que entra na escola para rabinos para fugir da convocação do Exército, a gravidez da namorada de Silas,e o comportamento excêntrico do joven Shane.

Evidentemente, que o relacionamento de Nancy com Peter Scottson começa a deteriorar, e o meio de vida da família Botwin começa a correr risco, tudo levando a um inusitado final de temporada, que deixa um bom gancho para a temporada seguinte.

Sempre surpreendente e com episódios sempre de muito boa qualidade, tem outros desenvolvimentos que não irei mencionar para não perder a surpresa de quem resolver iniciar a ver a série que eu recomendo.  Como curiosidade, a abertura da série que tem como música tema "Little Boxes" foi cantada em 12 versões diferentes, uma em cada episódio.  Altamente recomendada!

Texto de Master Sidious - Blog Iniciativa Global

1 Comente Aqui! :

  • renatocinema disse...

    Adoro as séries americanas. O que me dá medo é que algumas vezes eles cancelam as séries e nem concluem. Ou seja, falta de respeito total ao público.

    Puta sacanagem.

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...